Buffett investiu 12 mil milhões na bolsa após eleição de Donald Trump

O multimilionário investidor norte-americano confidenciou em entrevista que a sua Berkshire Hathaway investiu 12 mil milhões de dólares em ações desde que Trump foi eleito.

Warren Buffett terá aproveitado à grande a euforia dos investidores que Donald Trump conferiu às bolsas desde a sua eleição em novembro passado. O multimilionário investiu 12 mil milhões de dólares (cerca de 11,2 mil milhões de euros) em ações com a sua Berkshite Hathaway desde que os americanos elegeram o republicano para a Casa Branca, a 8 de novembro. Com Wall Street a negociar em máximos, Buffett não terá muitas razões de queixa de Trump.

“Em termos líquidos, compramos 12 mil milhões de ações desde as eleições”, revelou Buffett, um apoiante da democrata Hillary Clinton na corrida presidencial, numa entrevista citada pela Bloomberg.

O Oráculo de Omaha não especificou quais as empresas onde colocou parte dos seus investimentos. Mas a magnitude destas aquisições representa um importante sinal quanto à atividade bolsista da Berkshire que, nos primeiros nove meses de 2016, comprou ações no valor de 5,2 mil milhões de dólares e vendeu títulos na valor de 20 mil milhões de dólares. Em 2015, a Berkshire investiu dez mil milhões nos mercados acionistas.

"Em termos líquidos, compramos 12 mil milhões de ações desde as eleições.”

Warren Buffett

Berkshire Hathaway

Desde que Trump foi eleito presidente, as ações norte-americanas têm estado em especial evidência, com o apetite comprador voraz dos investidores a ser alimentado pelas perspetivas de que a sua administração vai introduzir políticas orçamentais com grande impacto na economia, nomeadamente a baixa fiscal às empresas e o aumento da despesa pública em infraestruturas.

Na mesma entrevista, Buffett mostrou-se relativamente cético quanto à possibilidade de os EUA cresceram a um ritmo de 4% ao ano, um objetivo traçado pelo novo Presidente norte-americano. São perspetivas “bastante elevadas”, referiu. “Dois por cento irá produzir milagres”, disse.

Questionado se investiu em ações de companhias aéreas, Buffett apenas respondeu que mantinha na sua carteira as mesmas companhias aéreas que tinha a 30 de setembro. Numa informação prestada ao mercado em novembro, a Berkshire detinha posições na American Airlines, Delta Air Lines e United Continental, além de a participação na Southwest Airlines que tinha comprado em novembro.

As ações das transportadores aéreas estiveram esta segunda-feira sob intensa pressão com a decisão de Trump de proibir a entrada de indivíduos de sete nações predominantemente muçulmanas, que levará a mais restrições na atividade aérea.

A 30 de setembro, a carteira de investimentos da Berkshire Hathaway estava avaliada em 102,5 mil milhões de dólares.

Comentários ({{ total }})

Buffett investiu 12 mil milhões na bolsa após eleição de Donald Trump

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião