Grupo EDP tira energia à bolsa nacional

O dia foi de perdas para a Europa. E Lisboa não ficou indiferente. A bolsa nacional encerrou no vermelho, pressionada pelo grupo EDP. A Galp também contribuiu para o desempenho negativo do PSI-20.

A bolsa nacional terminou a primeira sessão da semana no vermelho, acompanhando a tendência das pares europeias. As perdas do grupo EDP foram determinantes para o desempenho negativo da praça portuguesa. Mas a Galp Energia não ficou atrás, acentuando a descida num dia de perdas para os preços do petróleo.

O PSI-20 encerrou a primeira sessão desta semana a perder 0,80% para 4.564,68 pontos. A bolsa nacional foi pressionada pela descida no setor energético, com destaque para o grupo EDP. A casa-mãe perdeu 2,16% para 2,72 euros, ao passo que a subsidiária EDP Renováveis caiu 0,85% para 5,71 euros. A Galp Energia também não escapou a esta tendência negativa. A petrolífera recuou 1,21% para 163,85 euros, num dia marcado pela descida dos preços do “ouro negro”.

O BCP, que arrancou o dia a negociar no verde, acabou por encerrar em baixa de 0,44% para 15,68 cêntimos. Esta queda contraria a subida de 7,32% dos direitos do aumento de capital do banco, para os 88 cêntimos. Cada direito garante a subscrição de 15 novas ações ao preço de 9,4 cêntimos por títulos. Destaque negativo ainda para a Jerónimo Martins, que cedeu 1,6%. A Sonae também registou perdas acentuadas, na ordem dos 3%.

Na Europa, a cor predominante também foi o vermelho. A tomada de posse de Donald Trump continua a influenciar a negociação, uma vez que os investidores tentam perceber quais serão os próximos passos da nova administração dos EUA.

PUB

Comentários ({{ total }})

Grupo EDP tira energia à bolsa nacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião