PME: Leasing é o financiamento externo de eleição

  • Lusa
  • 13 Janeiro 2017

Inquérito europeu revela que 59% das empresas portuguesas já recorreu ou considera recorrer no futuro ao leasing.

O leasing é a fonte de financiamento externo mais relevante para as Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas, de acordo com um Inquérito sobre o acesso ao financiamento das PME Europeias, publicado pela Comissão Europeia. A conclusão é destacada hoje em comunicado pela Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting (ALF).

De acordo com o Inquérito — que evidencia as alterações da situação financeira, as necessidades e o acesso ao financiamento pelas PME da União Europeia nos seis meses de abril a setembro de 2016 –, 59% das empresas portuguesas responderam já ter recorrido ou considerar recorrer no futuro ao leasing para o desempenho da sua atividade.

Trata-se, assim, da fonte de financiamento externo mais relevante a nível nacional e com a taxa de resposta mais elevada na União Europeia, a par da Alemanha, sublinha a ALF, referindo ainda que 19% das empresas que sinalizaram o acesso a este tipo de financiamento especializado melhorou no período em análise.

Não obstante, acrescenta, nos últimos seis meses, apenas 16% das PME portuguesas celebraram novos contratos de leasing, menos do que a média Europeia que corresponde a 23%.

“As PME Europeias do setor industrial foram as que mais recorreram ao apoio do ‘leasing’, ao passo que os segmentos do comércio e dos serviços são aqueles que revelaram maior margem para crescimento. Quando comparadas, as empresas exportadoras demonstraram também estar a recorrer mais a leasing do que aquelas que se dedicam em exclusivo ao mercado interno”, destaca Eduardo Moradas, da direção da ALF, citado na nota.

O factoring (operação financeira levada a cabo por bancos ou sociedades de ‘factoring’, que permite às empresas com problemas de liquidez adiantar os recebimentos dos seus clientes, ao género de uma linha de financiamento) foi, por sua vez, considerado uma fonte de financiamento externo relevante para 18% das PME nacionais – totalizando uma média superior à apresentada pelas empresas a nível europeu (10%).

Quando questionadas sobre se utilizaram este tipo de financiamento especializado nos últimos seis meses, 7% das PME portuguesas responderam afirmativamente – percentagem também mais elevada do que a média Europeia (6%).

“De acordo com o inquérito, o factoring manteve-se como uma das ferramentas preferidas das empresas, sobretudo no momento de exportar. Na verdade, tem sido cada vez mais valorizado por incluir serviços de gestão de cobranças de faturas e serviços de antecipação de valores faturados, para além da cobertura do risco de crédito para as operações de exportação de bens e serviços”, refere o vice-presidente da associação, Rui Esteves, igualmente citado na nota.

O relatório sinaliza ainda que apenas 11% das PME portuguesas revelaram que o acesso ao financiamento era a sua principal preocupação, demonstrando-se mais inquietas com outros fatores como a angariação de clientes (30%), a concorrência (17%) e a disponibilidade de recursos humanos qualificados (12%).

Comentários ({{ total }})

PME: Leasing é o financiamento externo de eleição

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião