Novabase encaixa mais com venda à Vinci

A tecnológica previa obter 38,3 milhões de euros com o negócio de Infrastructures & Managed Services. O valor do negócio acabou por subir para 44 milhões de euros.

A Novabase conclui a venda do negócio de Infrastructures & Managed Services, mas o preço final foi superior ao que tinha anunciado. Quase três meses depois de acertar os detalhes da operação com a Vinci, acabou por encaixar mais seis milhões de euros.

Em comunicado enviado à CMVM, a tecnológica refere que o a venda à Vinci Energies Portugal ficou “concluída”, sendo o preço “final estimado de 44,03 milhões de euros“. À data em que foi comunicado ao mercado a operação, o preço acordado era de 38,36 milhões”.

À data, a 13 de outubro, a Novabase já salientava que o valor “a ser pago na data de concretização da transação, estava sujeito a ajustamentos, nos termos do contrato”. O resultado acabou por ser melhor para a empresa portuguesa.

Ainda assim, a Novabase nota que o valor final fica sujeito “a deduções, decorrentes do apuramento final do working capital e da dívida líquida, conforme é típico neste tipo de transações e nos termos definidos no Contrato”. “Os impactos contabilísticos desta venda nas contas da Novabase serão oportunamente calculados e divulgados ao mercado”, remata.

PUB

Comentários ({{ total }})

Novabase encaixa mais com venda à Vinci

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião