Jorge Torres Pereira é o diplomata económico do ano

O embaixador português na China foi eleito o diplomata económico do ano de 2016. A distinção acontece numa altura em que vão sendo feitos vários investimentos chineses em Portugal.

O embaixador português na China, Jorge Ryder Torres Pereira, foi eleito o diplomata económico do ano de 2016, no âmbito da 4ª edição do Prémio Francisco de Melo e Torres, de acordo com a Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP). A distinção foi atribuída por um júri onde constam figuras como António Monteiro, Paulo Portas, Miguel Horta e Costa e Bruno Bobone.

Jorge Torres Pereira é formado em medicina e tem experiência em diplomacia deste 1986, refere o site da CCIP, entidade presidida por Bruno Bobone. O reconhecimento de diplomata económico do ano é atribuído anualmente ao “que mais se distingue no apoio à internacionalização das empresas portuguesas, na captação de investimento direto estrangeiro e na promoção da imagem” do país.

A distinção acontece numa altura em que várias empresas chinesas somam fortes investimentos em Portugal, em setores como a banca e até na indústria dos media. Em 2016, dos mais significativos foram a compra de 16,7% do BCP pela Fosun, ou a inauguração de um centro de inovação da empresa chinesa Huawei em Lisboa.

O Prémio Francisco de Melo e Torres foi criado durante o Seminário Diplomático de 2013 e, desde então, tem sido promovido todos os anos pela CCIP, em conjunto com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) e com o Instituto Diplomático.

PUB

Comentários ({{ total }})

Jorge Torres Pereira é o diplomata económico do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião