Toshiba perde ratings. Ações cedem 26%

As notícias de que a Toshiba vai enfrentar perdas de milhares de milhões não agradaram várias agências de notação. O rating da empresa foi cortado, levando as ações para a maior queda em 42 anos.

As ações da Toshiba ainda não pararam de ser punidas pela possibilidade de a empresa vir a sofrer perdas na ordem dos milhares de milhões. Estas notícias levaram várias agências de notação a cortar o rating da empresa, o que arrastou os títulos para perdas de 26%, a queda mais acentuada desde 1974.

As ações da Toshiba encerraram em baixa de 17,46% para 257,2 ienes, mas chegaram a tocar os 232 ienes, o que representa uma queda de 26%. Há 42 anos que não se assistia a uma descida desta dimensão. Na base parecem estar as notícias de que a empresa sediada em Tóquio terá de enfrentar perdas de 500 mil milhões de ienes (4,3 mil milhões de dólares) devido a uma disputa relacionada com o valor da aquisição de uma unidade da Chicago Bridge & Iron pela Westinghouse Electric da Toshiba.

Ações da Toshiba não param de afundar

Fonte: Bloomberg (Valores em ienes)
Fonte: Bloomberg (Valores em ienes)

Estas notícias levaram a Moody’s Investors Service, a Rating and Investment Information e a S&P Global Ratings a cortarem o rating atribuído ao crédito da empresa, de acordo com a Bloomberg. “O corte dos ratings da Toshiba reflete sobretudo o aumento dos receios da Moody’s em relação à sustentabilidade da liquidez de curto prazo da empresa”, explica o analista sénior da agência de notação Masako Kuwahara. O analista acrescenta que “as perdas podem levar a uma quebra dos compromissos financeiros da Toshiba”.

Por outro lado, a Rating and Investment Information refere que o risco que surgiu com a aquisição da unidade pode impactar negativamente a evolução dos riscos da empresa, acrescentando que não pode ignorar o facto de a empresa estar na lista de alertas da bolsa de Tóquio limitará a intenção da Toshiba de realizar um aumento de capital. A empresa está nesta lista devido a uma escândalo contabilístico que aconteceu em 2015, quando inflacionou os lucros operacionais em pelo menos 151,8 mil milhões de ienes entre 2008 e 2014. Já a S&P refere que a posição financeira da empresa pode ficar ainda sob mais pressão.

A empresa ainda não deu mais detalhes sobre este caso. A Toshiba limitou-se a dizer que as perdas vão exceder os 87 milhões de dólares, que era o valor inicialmente estimado, e que deverão ficar na ordem dos milhares de milhões. Apenas esta semana, a capitalização de mercado da empresa já caiu cerca de 6,8 mil milhões de dólares.

PUB

Comentários ({{ total }})

Toshiba perde ratings. Ações cedem 26%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião