Como escrever um perfil de Linkedin perfeito

  • Telmo Fonseca
  • 30 Outubro 2016

Esta rede social é utilizada por 94% dos recrutadores que procuram o candidato perfeito, segundo um estudo da consultora britânica Bellvue. Sabe quais são os truques para se destacar da concorrência?

Neste mundo digital, em que toda a gente está nas redes sociais, estas acabam por ter um papel importante nas nossas vidas profissionais, principalmente quando estamos à procura de novos desafios ou, no mínimo, a tentar ‘saltar fora’ daquele emprego chato e à procura de algo melhor. E, claro, se todos estão nas redes sociais, é também lá que os empregadores pesquisam os seus candidatos, com especial ênfase na plataforma Linkedin.

Em analogia, se o Facebook é como uma festança da Universidade e o Twitter é aquele jantar de Natal lá do escritório, já o Linkedin é um evento ‘corporate’ onde se fazem os melhores contactos, não sendo de subestimar a capacidade que esta plataforma social tem de impulsionar a nossa carreira. Muitas empresas já pedem apenas o link para o perfil de Linkedin e dispensam o velhinho currículo, tendência que se deverá acentuar no futuro, já que o perfil online permite aferir não só as nossas capacidades técnicas, mas também a quantidade de ligações e recomendações que temos.

Tendo em conta que o Linkedin conta já com mais de 370 milhões de utilizadores, nem sempre é fácil conseguirmos sobressair entre os demais, pelo que é conveniente seguir alguns passos na edição do perfil.

Aparecer nos resultados da pesquisa2016out27_linkedin-01

Pesquise por palavras-chave relacionadas com a sua própria experiência, anotando a forma como elas surgem nos resultados principais. Aplique o mesmo princípio na construção do seu próprio perfil.

Um aspeto profissional
2016out27_linkedin-03

Existem vários fatores que podem contribuir para que passe uma imagem de um profissional competente. Desde a escolha da sua imagem de capa ou fundo – e aqui pode e deve ser criativo, utilizando algo que fique gravado na memória – até à fotografia de perfil, que deve ser sóbria e neutra, de preferência feita por um profissional de fotografia. Por outro lado a edição do texto que utiliza para se definir a si próprio também deve ser cuidadosa.

Use sempre o seu nome verdadeiro, evitando ‘nicknames’ de redes sociais, e o seu título profissional mais importante, caso tenha vários. Indique também as empresas presentes e passadas, e respetivos títulos profissionais, de forma a poder ser encontrado mais facilmente por quem procure por um candidato específico.

Contactos e URL personalizado

2016out27_linkedin-03

Edite o URL fornecido pela plataforma Linkedin, de forma a torná-lo mais simples e fácil de ser encontrado. Se tiver de reproduzir esta morada, por exemplo, num cartão de visita, vai ver que resulta muito melhor.

Não se esqueça também de incluir uma lista compreensível de contactos, incluindo email, telefone e ligações para outras plataformas sociais. Mantenha sempre estes contactos atualizados. Nunca se sabe quando alguém do outro lado vai ligar.

Publique posts com frequência

2016out27_linkedin-04

Ao publicar artigos sobre a sua área de atividade com frequência, não só demonstra que está por dentro da indústria, mas também pode vir a aparecer mais vezes no mural de quem pretende atingir, destacando-se da concorrência. Obviamente tenha cuidado com aquilo que publica, porque não vai querer ficar conhecido por um erro ou um momento menos feliz.

Um resumo convincente

2016out27_linkedin-05

O seu resumo é a sua hipótese de conseguir impressionar os recrutadores, levando-os a percorrer o resto do seu perfil à procura de informação adicional. Escreva um resumo curto e conciso, destacando os pontos altos da sua carreira e as suas ambições.

Experiência detalhada

2016out27_linkedin-06É a sua grande oportunidade de mostrar tudo aquilo que faz (e fez) de melhor. Complemente uma descrição detalhada de cada experiência de emprego com imagens, links, vídeos ou outros documentos que comprovem os objetivos que atingiu em determinado momento.

Reconhecimentos e prémios

2016out27_linkedin-08

Nesta secção pode e deve mostrar todos os reconhecimentos e qualificações que tenha obtido ao longo da sua carreira profissional. É uma excelente oportunidade para mostrar aqueles prémios que normalmente estão pendurados na parede do seu escritório.

Projetos e publicações

2016out27_linkedin-12

Inclua projetos que mostrem a sua experiência, dando preferência a trabalhos publicados.

Formação académica e percurso curricular

2016out27_linkedin-11

Os recrutadores podem estar interessados em saber onde obteve a sua educação, bem como as áreas em que estudou, além de que esta é também uma oportunidade de se conectar com antigos colegas de escola.

Competências e recomendações

2016out27_linkedin-10

Ao adicionar competências ao seu perfil, os seus contactos podem recomendá-lo por elas, e mesmo escrever-lhe recomendações com base no seu perfil.

2016out27_linkedin-13

As recomendações são testemunhos de pessoas que trabalharam consigo, e podem ser uma excelente forma de mostrar aos recrutadores o tipo de pessoa que você é, a sua experiência e os seus contactos.

Ligações e grupos

2016out27_linkedin-14

Tente fazer pelo menos 300 contactos, de forma a manter-se ligado aos recrutadores. Mas não exagere… Mantenha na sua lista de contactos apenas pessoas que conhece, e de preferência dentro da sua área profissional. O Linkedin é uma rede social para promover o seu trabalho e as suas competências, e não o seu ego. Ter muitos ‘amigos’ virtuais não é sinónimo de ter um bom currículo.

Ao juntar-se a grupos relacionados com a sua área, poderá não só contactar outros membros desses grupos, mas também utilizar o potencial de ‘networking’ da rede.

Comentários ({{ total }})

Como escrever um perfil de Linkedin perfeito

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião