Segurança Social volta a receber transferência extra para financiar défice

A Segurança Social vai voltar a receber uma transferência extraordinária do Orçamento do Estado. Em causa estão 429,6 milhões de euros, menos 33,9% face a 2016.

A Segurança Social vai voltar a receber uma transferência extraordinária do Orçamento do Estado para financiar o défice do sistema. Em causa estão 429,6 milhões de euros, um valor inferior, em 33,9% ao montante deste ano, indica o relatório do Orçamento do Estado para 2017.

“No Sistema Previdencial da Segurança Social registar-se-á em 2017 uma diminuição de 33,9% da necessidade de compensação por transferências extraordinárias do Orçamento do Estado face ao ano de 2016”, indica o relatório.

A justificar a “significativa redução” desta transferência extraordinária está “a expetativa de continuação da recuperação financeira do sistema, fruto sobretudo da melhoria esperada do contexto macroeconómico, bem como de medidas de eficácia na declaração e cobrança de contribuições“. A Segurança Social espera arrecadar 15,4 mil milhões de euros em contribuições no próximo ano, mais 3,6% face a este ano.

De acordo com o relatório, o saldo global deverá ficar abaixo dos 1,1 mil milhões de euros, menos 20,42 milhões comparando com 2016.

Comentários ({{ total }})

Segurança Social volta a receber transferência extra para financiar défice

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião