Catalunha

A possibilidade de a Catalunha declarar unilateralmente a independência está a provocar um terramoto político e social em Espanha. As posições estão extremadas entre o governo catalão – o Generalitat – e o Executivo de Mariano Rajoy. Enquanto Madrid e Barcelona esgrimem argumentos jurídicos e históricos, a turbulência política já está a ter impacto na economia da região e não só. As agências ameaçam cortar o rating, bancos e empresas já fazem planos de mudança de localização das sedes. Portugal não olha de forma indiferente para a Catalunha.

A Justiça espanhola recusou, esta quinta-feira, aceitar a extradição de Puigdemont apenas por peculato. No Twitter, o político diz que decisão revela "extrema fraqueza" do processo.