Revista de imprensa internacional

A Volkswagen prepara-se para fazer concorrência à Tesla, com veículos elétricos a 20 mil euros. Já a Disney está concentrada no serviço de streaming que vai lançar, depois ver os lucros subir.

Vem aí concorrência para a Tesla, com veículos a menos de 20 mil euros. É a Volkswagen, que se quer lançar na venda de carros elétricos acessíveis. Já a Disney tem na mira a Netflix, à medida que desvenda mais detalhes do serviço de streaming que planeia apresentar no próximo ano, depois de ver os lucros anuais subir 40%. Pelo Brasil, os deputados federais gastaram cerca de dez reais em cada voto. Veja estas e outras notícias que marcam as manchetes internacionais.

Reuters

Volkswagen prepara-se para fazer concorrência à Tesla

A fabricante de automóveis quer vender carros elétricos por menos de 20 mil euros e, ao mesmo tempo, proteger os seus funcionários da Alemanha convertendo três das suas atuais fábricas em verdadeiros rivais da Tesla. Os planos para esta transformação da marca deverão ser discutidos na próxima reunião do Conselho de Administração, a 16 de novembro. Esta mudança de estratégia acontece numa altura em que as cidades começam a proibir a circulação de veículos com motores a diesel. Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês)

Financial Times

Apple triplica terrenos nos últimos dois anos

Nos últimos dois anos, de acordo com o relatório anual da empresa fundada por Steve Jobs, a Apple viu os seus terrenos aumentarem para quase o triplo do que tinha. Atualmente, a tecnológica possui 2.984 hectares de terra, que comparam com os 1.994 hectares do ano ano passado e os 1.045 de 2016. Somados estão ainda 40,8 milhões de metros quadrados de área construída, destinada a arrendamento e a escritórios e lojas. Leia a notícia completa no Financial Times (acesso condicionado, conteúdo em inglês)

Expansión

Universidade Alfonso X junta-se à corrida para a Universidade Europeia

O grupo de universidades espanholas e portuguesas que estão nas mãos do grupo americano Laureate está à venda, e a Universidade Alfonso X é um dos interessados. A instituição sediada em Madrid pretende criar uma gigante na Espanha e em Portugal, e está a concorrer com fundos de capital de risco por esta aquisição. A Laureate pede pelo conjunto de universidades entre 700 a 800 milhões de euros, e o negócio deve ser fechado antes do final do ano. Leia a notícia completa no Expansión (acesso livre, conteúdo em espanhol)

G1

Brasil: Deputados federais eleitos gastaram, em média, dez reais por cada voto

Os 513 deputados federais eleitos no Brasil declararam gastos de 538,3 milhões de reais (126 milhões de euros) em despesas nas eleições. No total, os eleitos para a Câmara dos Deputados conquistaram 53,317 milhões de votos, o equivalente a um custo médio de dez reais (2,3 euros) por cada voto, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral. A deputada Shéridan obteve o valor médio mais alto por voto: recebeu 12.129 votos e declarou despesas de 2,3 milhões de reais, ou seja, desembolsou 190,22 reais (44,5 euros) por cada voto conquistado. Leia a notícia completa no G1 (acesso livre, conteúdo em português)

The New York Times

Lucro da Disney aumenta. Foco continua no streaming

A Disney atingiu máximos históricos de 12,6 mil milhões de dólares de lucro no ano fiscal de 2018, numa subida homóloga de 40%. Estes resultados foram impulsionados pelo sucesso de filmes de grande dimensão, e um aumento nas visitas aos parques temáticos. Mas o investimento e o foco principal do grupo norte-americano é o serviço de streaming, que terá moldes semelhantes à Netflx e será lançado no próximo ano, e também a integração da 21st Century Fox. Leia a notícia completa no The New York Times (acesso condicionado/conteúdo em inglês)

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião