#ForTheWeb: Pai da web lança campanha em Lisboa

Tim Berners-Lee subiu ao palco principal do Web Summit para um desafio: um contrato que proteja todos os utilizadores da internet.

Tim Berners-Lee, fundador da web.Web Summit

“Trabalha para a web. Marcha pela web. Luta pela web”. Tim Berners-Lee, o pai da web, subiu esta segunda-feira ao palco principal do Web Summit para voltar a revolucionar. Vinte anos depois do “www”, Berners-Lee defende a criação de um novo contrato que salvaguarde os direitos e as características de todos os utilizadores da internet.

A ideia chama-se #ForTheWeb e é defendida pelo próprio. “Vai levar-nos a todos — cidadãos, governos e empresas — a resolver os desafios com que nos debatemos na web hoje em dia”, esclarece.

A carta magna, apresentada por Senders-Lee, defende três pilares fundamentais:

  1. os governos, que deverão garantir que os cidadãos têm acesso completo à internet e que é respeitada a sua privacidade para que se manifestem livre, seguramente e sem medo.
  2. as empresas devem comprometer-se a garantir que a internet é acessível, respeitando a privacidade do consumidor e os seus dados pessoais.
  3. os utilizadores, que devem ter a responsabilidade de criar conteúdo web que seja relevante, construir comunidades que respeitem o discurso civil e a dignidade humana.

Nas razões que justificam esta medida, Senders-Lee sublinha que, “durante muitos anos houve a sensação de que as coisas maravilhosas da web iam prevalecer e que teríamos um mundo com menos conflitos, mais compreensão, mais e melhor ciência e boa democracia. Mas muita gente desiludiu-se pelas coisas que aparecem nos títulos”, explicou.

Comentários ({{ total }})

#ForTheWeb: Pai da web lança campanha em Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião