PSA Mangualde vai contratar 225 trabalhadores

  • Ana Batalha Oliveira
  • 17 Janeiro 2018

A PSA fechou 2017 a bater recordes e vai precisar de reforços para 2018. Vai criar um terceiro turno e contratar 225 trabalhadores.

A PSA de Mangualde fechou 2017 a bater os números dos últimos quatro anos. A fabricante automóvel produziu 53.600 veículos e não quer ficar por aqui: prepara-se para abrir o terceiro turno de produção.

Em 2017, a produção da PSA Mangualde superou em 7,8% a do ano anterior. Os 53.600 veículos marcam o melhor desempenho dos últimos quatro anos e justificam a necessidade de alargar a equipa. A PSA de Mangualde está à procura de 225 novos trabalhadores.

Os novos postos de trabalho estavam previstos, mas esperava-se que só abrissem no final do ano, para acompanhar o lançamento do novo modelo. Contudo, o ritmo de produção atual pede uma ajuda extra nos modelos Peugeot Partner e Citröen Berlingo, cuja última série está a cargo da fábrica de Mangualde.

Em 2015, a PSA Mangualde conseguiu 9,5 milhões em fundos comunitários para a introdução de um novo modelo, o Citroen K9. Já na altura saiam da fábrica os modelos Peugeot Partner e Citröen Berlingo.

Comentários ({{ total }})

PSA Mangualde vai contratar 225 trabalhadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião