Revista de imprensa internacional

Em Espanha, o futuro político de Rajoy está em jogo. Em França, é a reforma do Código do Trabalho que gera indignação. Veja os destaques da imprensa internacional.

Mariano Rajoy pensa na estratégia a adotar com a Catalunha. Em França há protestos contra a reforma do Código do Trabalho naquele que pode ser considerado um teste não só ao Governo como à central que apelou à manifestação. O furacão Irma perdeu força mas continuou a deixar um rasto de devastação nos Estados Unidos. O que dizem os jornais estrangeiros esta terça-feira?

Le Monde

Código do Trabalho gera manifestação em França

França é palco de um protesto contra a reforma do Código do Trabalho. A manifestação é um teste à confederação sindical francesa CGT, que apelou à mobilização, mas também a Emmanuel Macron, que insiste em introduzir alterações à legislação laboral. Ainda que os sindicatos sejam muito críticos às mudanças, estão divididos na resposta a dar. Leia a notícia completa aqui [conteúdo em francês]

El País

Rajoy estuda estratégia na Catalunha

Ministros e assessores de Mariano Rajoy refletem sobre a estratégia a adotar com a Catalunha. O Tribunal Constitucional espanhol já suspendeu a lei aprovada pelo parlamento regional da Catalunha que ditava a convocação de um referendo sobre a independência da região. A Rajoy chegam petições e requerimentos para que dê um murro na mesa mas o presidente pede cabeça fria. Não tomará ações desproporcionadas mas aplicará a lei para evitar o referendo. Leia mais aqui [conteúdo em espanhol]

The New York Times

Irma deixa milhões sem luz na Florida

A maior parte dos habitantes do estado norte-americano da Florida passou a noite de segunda-feira na escuridão, depois de o furacão Irma — já com menos força, mas ainda mortal — ter derrubado postos de energia. Na manhã desta terça-feira, mais de 13 milhões de pessoas não tinham luz na Florida, na sequência da tempestade. Veja a notícia aqui [conteúdo em inglês].

Reuters

Bosch antecipa subida das vendas de sistemas de apoio à condução

A Bosch, maior fornecedor de componentes automóveis, espera que as vendas anuais de sistemas de apoio à condução atinjam dois mil milhões de euros em 2019. Estes sistemas disponibilizam funções como travagem automática ou alertas para situações de perigo e são os precursores da condução automática. Leia a notícia aqui [conteúdo em inglês]

Valor Económico

Brasil em risco de deixar de pagar Segurança Social

O ministro brasileiro do Planeamento defende a reforma da Segurança Social e avisa que em breve será impossível continuar a arcar com esse custo. “A gravidade da situação é essa: estamos prestes a não poder pagar a Previdência”, disse Dyogo de Oliveira, acrescentando que “não há possibilidade de estabelecer equilíbrio fiscal sem a reforma da Previdência”. Leia a notícia completa aqui.

PUB

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião