Exclusivo Ronaldo compra Thing Pink do Porto e investe nas apps

Internacional português comprou participação maioritária na agência portuguesa Thing Pink, responsável pela tecnologia no museu CR7. E vai lançar um novo projeto na área digital: a 7egend.

Cristiano Ronaldo é o mais recente investidor em startups do ecossistema nacional. O internacional português acaba de investir na startup Thing Pink, com escritórios em Lisboa e no Porto, sabe o ECO. A empresa foi responsável pela instalação de toda a componente tecnológica e digital do novo museu CR7, inaugurado na Praça do Mar, no Funchal. O valor do investimento não é conhecido.

Em conjunto com aquele que é considerado o melhor jogador do mundo, a empresa prepara-se para lançar o projeto 7egend [deve ler-se Legend] — o sete é o número usado por Cristiano Ronaldo — cujo slogan é “Digital Transformers”.

Ao ECO, fonte próxima de Cristiano Ronaldo confirmou a criação da 7egend, “uma aposta do Cristiano Ronaldo num setor cada vez mais presente no quotidiano das pessoas, tendo escolhido parceiros que lhe dão as maiores garantias de qualidade e criatividade.” O CEO da empresa é Luís Parafita, CEO da Thing Pink desde 2007, segundo o perfil de LinkedIn do empreendedor.

As primeiras pistas sobre a nova aventura de Cristiano Ronaldo nos negócios tech foram dadas pelo próprio, sua página oficial do Facebook, a 7 de julho.

Parceiros com garantias

De acordo com o site da Thing Pink, parceira fundadora da 7egend, a empresa trabalha com “estrategas, designers, produtores, piratas e geeks orgulhosos”, focados sobretudo nas características dos utilizadores. Além deste tipo de soluções tecnológicas, a empresa desenvolve aplicações móveis em Android para empresas como a McDonald’s ou a Fnac.

Esta não é a primeira vez que Cristiano Ronaldo investe numa startup portuguesa. Em dezembro de 2012, o internacional português anunciou via Twitter e Facebook que tinha investido na startup Mobitto, empresa fundada em 2011 por Diogo Teles e José Simões. Além do investimento, o jogador de futebol aceitou ser embaixador da marca. Na altura, Diogo Teles, dizia: “A verdade é que foi mesmo assim. Pensámos em nomes e o de Cristiano Ronaldo surgiu naturalmente. Depois de tentarmos o contacto, apresentámos o projeto e o road map que queremos para a empresa”.

Além de ser o jogador mais bem pago do mundo, Cristiano Ronaldo tem investimentos e negócios em áreas como o têxtil e calçado, e parcerias com marcas que vão desde a relojoaria à alimentação e à hotelaria.

PUB

Comentários ({{ total }})

Ronaldo compra Thing Pink do Porto e investe nas apps

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião