É oficial: Altice compra Media Capital por 440 milhões de euros

O negócio foi comunicado aos reguladores dos mercados espanhol e português. A operação é feita através da Meo, que anunciou uma oferta preliminar sobre a dona da TVI. Paga 2,5546 euros por cada ação.

Michel Combes e Paulo Neves, da Altice/PT, na apresentação do negócio esta sexta-feira de manhã.Henrique Casinhas/ECO

É oficial: a Altice comprou a parte do grupo Prisa na Media Capital por 440 milhões de euros, anunciou a Prisa em comunicado enviado à CNMV, o regulador espanhol. A aquisição é feita através da Meo, que também já enviou um comunicado ao regulador do mercado de capitais português, onde diz ter lançado uma oferta pública geral e obrigatória sobre o capital do grupo proprietário da TVI.

“Posteriormente, as partes subscreveram um contrato de compra e venda mediante o qual a Prisa transmitirá à Meo, filial da Altice, a sua participação na Media Capital, que representa 94,69% do seu capital social”, lê-se no comunicado divulgado no site do regulador do mercado espanhol.

No anúncio preliminar de oferta pública divulgado no site da CMVM, a Meo informa que a contrapartida oferecida é de 2,5546 euros, por ação, valor que incide sobre o total de mais de 84 milhões de ações, com o valor nominal de 1,06 euros, representativa do total do capital da Media Capital. O preço oferecido avalia esta oferta em perto de 11,5 milhões de euros.

“A contrapartida será revista em alta para um montante correspondente à diferença positiva, se aplicável, entre o preço final ajustado por ação de acordo com o contrato de compra e venda, calculado por referência à data da transmissão das ações da sociedade visada objeto do contrato de compra e Venda, e a contrapartida estabelecida neste anúncio preliminar”, refere ainda a Meo neste anúncio preliminar.

O comunicado disponibilizado pela Meo informa ainda que a operação está condicionada à autorização das autoridades e reguladores espanhóis e portugueses. “A aceitação da oferta pelos seus destinatários fica submetida ao cumprimento dos respetivos requisitos legais e regulamentares, incluindo os constantes de lei estrangeira, quando os destinatários da oferta a ela estejam sujeitos”, informa a Meo. No que respeita à Altice, tanto os bancos como os credores também têm de dar o seu aval à operação.

No documento divulgado no site da CMVM pela empresa liderada por Paulo Neves, é ainda especificado que a Altice se compromete a manter e fazer crescer a operação da Media capital em Portugal. Investir na expansão digital, desenvolver novos canais e melhorar o alcance de canais existentes, como a TVI 24 figuram entre as principais metas com que se compromete.

PUB

Comentários ({{ total }})

É oficial: Altice compra Media Capital por 440 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião