“Já está pelo menos na altura de os outlooks começarem a ser um pouco mais positivos”

A economia está melhor, as contas públicas controladas e o sistema financeiro mais estabilizado, defendeu hoje Pedro Marques no ECO Talks.

Pedro Marques no ECO Talks.ECO

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas afirmou esta terça-feira que o caminho traçado por Portugal é positivo e, referindo-se às avaliações das agências de rating, diz que “já está pelo menos na altura de os outlooks começarem a ser um pouco mais positivos”.

“Isso parece-me bastante evidente”, frisou Pedro Marques no ECO Talks. De acordo com o ministro, está em causa “uma questão objetiva”, já que a “economia está melhor”, “o sistema financeiro está muito mais estabilizado” e “as contas públicas estão controladas”.

A “trajetória de redução da dívida pública está a iniciar-se neste ano em particular”, adiantou ainda, embora reconhecendo que esta ainda atinge níveis elevados, tal como os créditos em risco de incumprimento. Ainda assim, o caminho traçado por Portugal já vai nesse sentido, de “começar a ter pelo menos a revisão positiva dos outlooks e alguns analistas já começam a dar sinais”, notou Pedro Marques.

Questionado sobre um eventual agravamento da taxa de juro da dívida portuguesa, Pedro Marques salientou que “a manutenção de um spread tão grande” em relação a outros países como Itália, Espanha ou Alemanha “parece fazer indiciar que os mercados já descontaram uma menor ação futura do Banco Central Europeu relativamente à nossa dívida pública”.

“Parece poder dizer-se, há pelo menos muitos analistas que dizem que os nossos níveis de taxas de juros atuais já descontam essa menor ação futura do Banco Central Europeu, se ela vier a a ocorrer”, adiantou.

Neste caso, talvez os maiores riscos que subsistam sejam “sobretudo do enquadramento externo do ponto de vista económico“, afirmou Pedro Marques apontando para a incerteza internacional marcada pelo cenário de eleições. “Temos riscos de enquadramento externo que não são negligenciáveis e que temos de estar muito atentos”, ressalvou. Porém, o governante acredita que os europeus “façam escolhas europeístas”, de uma “Europa integrada”.

Reveja o ECO Talks na íntegra aqui.

PUB

Comentários ({{ total }})

“Já está pelo menos na altura de os outlooks começarem a ser um pouco mais positivos”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião