Marcelo: Rating de Portugal da Fitch vai manter-se

  • Lusa
  • 3 Fevereiro 2017

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou esta sexta-feira ao país que a Fitch vai manter o rating de Portugal: BB+ com perspetiva estável. O Presidente da República diz haver duas boas notícias.

Presidente da República defendeu esta sexta-feira a necessidade de as instituições europeias reconhecerem que “Portugal está a dar passos” na redução do défice orçamental e na consolidação do sistema financeiro.

Marcelo Rebelo de Sousa, que falava esta sexta-feira aos jornalistas à entrada para um almoço em casa de um casal de antigos sem-abrigo, em Lisboa, apontou as “boas notícias” hoje conhecidas como a confirmação pela UTAO [Unidade Técnica de Apoio Orçamental] da “evolução favorável do défice” e a manutenção do ‘rating’ pela agência Fitch.

“A UTAO já reconhece que o défice, nos cálculos dela, já vai em 2,6%, mas admite que lhe faltam elementos e não conta com algumas das que chama medidas extraordinárias e que provavelmente não são. O que quer dizer que, pouco a pouco, nos vamos aproximando daquilo que vai acabar por ser o défice à volta de 2,3% ou um bocadinho abaixo. Isso é boa notícia”, defendeu.

Segundo o Presidente da República, “a segunda boa notícia é que a agência Fitch mantém o rating de Portugal, à espera das decisões das instituições europeias”, verificando-se que “em três pontos está a haver uma evolução que é positiva”, como é o caso do saldo primário, da balança de pagamentos nas relações com o exterior e do crescimento económico.

“É preciso confirmar estes números nos próximos meses e é preciso que as instituições europeias, olhando para isso e para a evolução do sistema financeiro, reconheçam que Portugal está a dar passos“, sublinhou.

Nada na vida é tudo bom ou tudo mau. Há aspetos positivos e aspetos negativos. O Governo puxa pelos aspetos positivos, a oposição puxa pelos aspetos negativos. Cumprem a sua missão”, considerou.

O Presidente da República assegura que “está atento a uns e outros, sabe quais são uns e outros”, mas depois daquilo pelo qual o país passou nos últimos tempos, “puxa mais pelos positivos do que pelos negativos” porque Portugal, nesses pontos positivos, está melhor do que estava há um ano.

“Não é ser otimista. É ser realista, mas puxar para cima”, sintetizou.

Comentários ({{ total }})

Marcelo: Rating de Portugal da Fitch vai manter-se

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião