Trump: Relação entre Reino Unido e EUA será “fantástica”

A união entre Reino Unido e Estados Unidos foi reforçada pelos seus líderes que fizeram questão de analisar a importância da NATO e da luta contra o Estado Islâmico. Trump irá a Londres ainda este ano

Unidos por uma aliança histórica, Theresa May e Donald Trump estiveram hoje reunidos na Casa Branca para discutir o futuro desta. Foi o primeiro encontro entre os dois líderes, mas foi suficiente para que o presidente dos Estados Unidos percebesse o que irá acontecer daqui para a frente: “Consigo perceber em pouco tempo com quem me vou dar bem.”

“Ainda estão para vir grandes dias para os dois países”, afirmou Trump, que não poupou os elogios ao país que conseguiu decidir o seu futuro através da saída da União Europeia. May, por sua vez, foi mais institucional, tendo apresentado alguns pontos de concordância, como o terrorismo: haverá maior coordenação entre os países para derrotar o Estado Islâmico, “unindo esforços neste desafio.”

Os acordos estratégicos também foram tratados, tendo May afirmado que ambos os países “reafirmaram o compromisso inabalável” para com a NATO. Um acordo entre os dois países também foi referido. Para Trump, o estabelecimento de boas alianças será muito importante, pelo que isto “não vai acontecer com muitos países” — referindo-se, provavelmente, ao México.

Em relação aos pontos de discordância, May não quis avançar demasiado, dizendo apenas que “estivemos a discutir vários tópicos e haverá tempos em que vamos discordar”.

A conferência realizou-se momentos depois de se saber que o presidente americano esteve esta manhã ao telefone com o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto. Em resposta a uma pergunta dos jornalistas, Trump não revelou quaisquer detalhes da conversa, tendo afirmado porém que “foi uma chamada amigável”. Ainda assim, a renegociação dos tratados continua em cima da mesa. “Vou representar fortemente os americanos”, reiterou algumas vezes o presidente norte-americano.

Uma visita de Donald Trump ao Reino Unido estará para breve, com Theresa May a afirmar que o convite enviado pela Rainha foi aceite por Trump.

Comentários ({{ total }})

Trump: Relação entre Reino Unido e EUA será “fantástica”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião