Bolsa de Lisboa acorda sem energia da manhã

Descidas no setor energético ditam queda do PSI-20 no arranque da primeira sessão da semana. Já os direitos do BCP avançam pela segunda sessão, colocando ações do banco em alta.

A bolsa de Lisboa acordou sem energia esta manhã. Era sobretudo o setor energético nacional que mais pressionava o índice nacional no arranque da primeira sessão da semana, em linha com as quedas nos principais índices europeus.

O PSI-20, o principal índice português, perde 0,53% para 4.577,44 pontos, com 13 cotadas a negociar em terreno negativo. O destaque neste início de dia negativo em Lisboa iam para as ações da Galp (-0,53%), EDP (-0,29%) e EDP Renováveis (-0,5%). Também os títulos da Jerónimo Martins perdiam 0,72% para 15,81%, colocando maior pressão na bolsa lusa.

A travar maiores perdas estavam as ações do BCP. Valorizavam 0,32% para 0,16 euros, acompanhando os ganhos dos direitos do aumento de capital do banco, que valorizavam mais de 7% para 0,88 euros. Cada direito garante a subscrição de 15 novas ações ao preço de 9,4 cêntimos por títulos. Ainda no setor bancário, o BPI, alvo de OPA do CaixaBank, somava 0,09% para 1,13 euros.

No cenário europeu, a tomada de posse de Donald Trump deverá continuar a ser tema entre os investidores, que mantêm alguma desconfiança em relação àquilo que poderá representar a nova administração norte-americana.

“A nova presidência nos EUA continuará a ser um dos temas centrais dos mercados financeiros, nomeadamente no que respeita aos acordos comerciais com outros países. De facto, está já prevista para os próximos dias uma conversa com a Primeira-Ministra britânica, Theresa May, com o intuito de se discutirem futuras possibilidades de comércio entre os dois países”, referiram os analistas do BPI no Diário de Bolsa. “Durante esta semana, a época de resultados na Europa ganha mais intensidade, já que um maior número de empresas irá apresentar as suas contas trimestrais”, destacaram ainda.

Assim, com Lisboa na rota das perdas do Velho Continente, as principais quedas lá fora pertenciam ao DAX-30 (-1%) e o FTSE-Mib (-0,96%). Também Madrid e Paris negociavam com perdas superiores a 0,8%.

(Notícia atualizada às 8h26)

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa acorda sem energia da manhã

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião